Entidades se unem pela conclusão da Serra da Rocinha

Uma das obras mais reivindicadas e aguardadas por toda a região do Extremo Sul, a BR 285, no trecho compreendido na Serra da Rocinha, continua sendo pauta entre as lideranças e autoridades locais. Presente nesta luta há mais de 10 anos, a ACIVA participou na tarde da última quinta-feira, 24, de uma visita ao canteiro de obras, a fim de acompanhar o andamento dos trabalhos.

Na comitiva liderada pela Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina (Facisc), estiveram presentes também representantes das Associações do Extremo Sul. Representando a ACIVA, participaram os diretores, Venâncio Menegaro e Jadiel Delavechia e o ex-presidente e membro do Conselho Consultivo, Claudio Alberto Damo.


De acordo com Menegaro, a experiência foi bastante positiva. “Foi importante para atualizarmos o andamento das obras, que de acordo com o DNIT, estão paralisadas neste momento, porém há uma expectativa de serem retomadas em breve”, destaca.


Nesta semana, o Governo Federal sinalizou a liberação de R$ 15 milhões, previstos para a manutenção de rodovias, e que deverão ser realocados para as obras da Serra da Rocinha. “A informação que nos foi repassada é de que além deste recurso, ainda seria necessário mais R$ 30 milhões para finalizar o trecho restante, que falta apenas um quilômetro, porém em trechos alternados”, explica seu Venâncio.


Segundo ele, a visita foi de extrema importância para a região. “Foi fundamental para que o presidente da Facisc e demais associações conhecessem a representatividade desta obra. Eles ficaram impressionados com o potencial da rodovia, das belezas naturais e potencial turístico que possui. A partir disso, a Federação se comprometeu em reivindicar os recursos que ainda faltam para concluir os trabalhos junto aos governantes e autoridades estaduais e federais. Teremos ainda mais força na luta pelos recursos”, afirma.


O presidente da Facisc, Sérgio Rodrigues Alves, também reforça a importância do encontro e a mobilização das associações da região. “A Facisc tem um compromisso com as associações de estar muito próxima das demandas locais. Nesse sentido, a visita ao Sul do Estado, em especial para ver a BR-285, é uma forma de ter legitimidade para defender e levar os pleitos a nossos representantes legais. Quero destacar a mobilização de todas as associações da região, que estão comprometidas com essa causa. Quando estamos unidos, temos mais força para reivindicar”.