ACIVA reitera pedido para aumento de teto do Simples Nacional

Pedido foi formalizado pela FACISC ao governo estadual

 

A pedido de seus associados, há alguns meses a ACIVA encaminhou solicitação à Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina (FACISC), a fim de reivindicar uma luta pelo aumento do teto do Simples Nacional. O pedido tomou força e nesta semana, a Federação oficializou um documento com o pleito à secretaria Estadual da Fazenda.

 

Para o presidente da ACIVA, Alberto Sasso, este é um passo importante, que tende a beneficiar as empresas catarinenses. A nível federal já há alguns anos que o valor do teto está em R$ 4,8 milhões ao ano, porém o Estadual continuou em R$ 3,6 milhões. Ou seja, a nível de Brasil esse valor já foi atualizado, porém os estados não seguiram o reajuste. “Entendemos que este aumento se faz necessário, uma vez que pode beneficiar os empresários, que podem aumentar seu faturamento e permanecer sendo optantes do Simples Nacional”.

 

O impacto

Na prática, o Simples Nacional traz vantagens com relação aos valores e forma de pagamento às micro e pequenas empresas, já que é um regime compartilhado de arrecadação, cobrança e fiscalização de tributos aplicável exclusivamente a elas. “Se formos olhar de uma maneira geral, na verdade com o aumento do teto, não só os pequenos e micro empreendedores tendem a ganhar, mas o estado como um todo, já que aumentando os faturamentos das empresas, aumenta também a arrecadação total”, ressalta Sasso.

 

Expectativa 

Com o pedido oficializado em nome da Facisc, entregue pelo presidente da entidade, Sérgio Rodrigues Alves, ao secretário da Fazenda (SC), Paulo Eli, agora o assunto será levado ao Grupo Nacional do Simples.