Redução do repasse | Câmara responde e ACIVA segue pleiteando

Em reunião da diretoria, entidade debate resposta do Legislativo

A redução do duodécimo – repasse feito pela Prefeitura de Araranguá para a Câmara de Vereadores, segue sendo pauta na Associação Empresarial de Araranguá e Extremo Sul Catarinense (ACIVA). Depois de realizar um café com os vereadores e apresentar a proposta, a entidade recebeu um ofício acompanhado de um parecer da Casa em que apontou possíveis medidas para atender a solicitação. Esta resposta foi debatida na reunião da diretoria, realizada na última segunda-feira (9).

Segundo a resposta, assinada pela assessoria da Câmara de Vereadores, o empecilho para a viabilidade na redução do valor seria o percentual utilizado para folha de pagamento, atualmente em 67,60%.

“Para se adequar a redução dos valores dos repasses mensais com o gasto da folha, obrigatoriamente deverá ocorrer também a redução dos gastos com pessoal. Os gastos com pessoal que podem ser reduzidos são os subsídios dos vereadores e dos cargos comissionados”, diz o parecer.

A resposta foi apresentada pelo presidente da ACIVA, André Pietsch Serafim, que afirmou que é preciso encaminhar essas medidas. “Nós seguimos achando que a redução do repasse é importante. Se a assessoria da Câmara diz que é isso que precisa ser feito, vamos encaminhar as demais entidades para debater os próximos passos”, afirmou. As entidades, que já se reuniram em razão desta causa, deverão ter nova reunião ainda nesta semana.

 

Texto: Lucas Casagrande / Divulgação

Fotos: Felipe Balthazar / Assessoria de Comunicação